Cuidado com as maquiagens para os olhos

Cuidado com as maquiagens para os olhos

O oftalmologista Rubem Lima, do Hope, dá dicas de como prevenir irritações e infecções.

 

Maquiagem dá um charme único ao rosto de quem as usa. Cores, tons, brilhos, lápis e um enorme aparato de cosméticos estão à disposição daqueles que gostam de dar uma levantada na aparência com o auxílio dos produtos de beleza. Mas é preciso ter cuidado, principalmente, com os olhos. O uso contínuo de produtos nessas regiões pode causar irritações, inchaços e até ajudar a desenvolver alergias. De acordo com o médico oftalmologista Rubem Lima, do Hospital dos Olhos de Pernambuco (Hope), é necessário ter alguns cuidados básicos e atenção.

 Maquiagem_Hope

Maquiagem e pincéis de uso individual

É normal procurar salões de beleza em busca de maquiadores profissionais, mas essa atitude é arriscada. “Os utensílios, como pincéis, devem ser de uso individual. É muito perigoso compartilhar materiais que entram em contato direto com os olhos”, alerta Dr. Rubem. Nossa, não sabia que era tão intenso o assunto! Isso porque doenças podem ser transmitidas, como uma conjuntivite, por exemplo, ou outras infecções. “Tem gente que não sabe que está com a doença, contamina o pincel e, aquele pincel, será utilizado por outra pessoa”, explica, ressaltando que esse é o principal cuidado a ser tomado.

Limpeza

 

Maquiagem_Hope2

Doutor Rubem conta que no mercado há uma variedade enorme de demaquilantes e produtos específicos voltados para a limpeza de maquiagem para os olhos, incluindo os cílios. “Nós recomendamos o uso desses produtos, porque são específicos, com fórmulas diferenciadas e não causam irritações. É preciso ficar atento à marca, se é conhecida e registrada.” Ele diz ainda que, no caso de não ter disponível um demaquilante para os olhos, pode-se utilizar shampoo neutro diluído em água, por isso que todo mundo está usando o Shampoo Jonhson.

Alergia

Além da validade e qualidade dos produtos, Dr. Rubem aconselha uma leitura atenta aos componentes das maquiagens. “Geralmente, quem já teve alguma experiência alérgica anteriormente, fica atento. Mas é uma regra que vale para todos”, fala. As reações alérgicas são várias e podem ser graves. Processos alérgicos como lacrimejamento, inchaço, vermelhidão são os mais frequentes. Há ainda o risco da dermatite de contato, quando o produto atinge o globo ocular causando danos. Diante desses casos, o indicado é suspender o uso imediatamente, fazer a limpeza com demaquilante ou com shampoo neutro diluído em água e aguardar. Caso persista, procurar uma emergência para que o médico interfira com a administração de remédios.

Casos adversos

O contato indevido da maquiagem com o globo ocular pode ocasionar o ressecamento, uma disfunção do filme lacrimal. Além da irritação, a pessoa fica sentindo um corpo estranho na parte interna das pálpebras. “A maquiagem pode causa obstrução das glândulas lacrimais, deixando a produção irregular e ressecando, atrapalhando a visão”, conclui.

Depois dessas dicas, meninas, temos que aplicar no dia dia né?!

Rapha

Related Posts