Existe um código de etiqueta para o look festivo de mulheres maduras?

Existe um código de etiqueta para o look festivo de mulheres maduras?

Consultor de moda dá dicas para quem quer investir em um modelo inteligente a fim de ressaltar os predicados

 Coleção_Arthur_Caliman_(4)

Elegância e estilo não tem a ver com idade. Ao contrário, com o passar do tempo, mulheres maduras ganham experiência e confiança na forma de vestir-se. Para Diana Pizzi Janguiê, empresária à frente da marca especializada em moda festa, Delpizzi, os modelos clássicos, feitos em tecidos nobres, conferem um look impecável e adequado que não briga com o estilo pessoal. “Quando se atinge a maturidade, menos é mais. Sendo assim, a ideia é escolher um vestido condizente com o biótipo e personalidade”, ensina.

 Coleção_Arthur_Caliman_(5) Coleção_Arthur_Caliman_(2)

Entre as grandes apostas estão a combinação de cetim com renda, a transparência leve e o drapeado delicado, que compõem um visual sóbrio sem pecar pela caretice. Um bom exemplo é a atriz veterana Helen Mirren, ganhadora do Oscar pelo filme “A Última Estação”. Com 64 anos, a musa do cinema é figura carimbada nos tapetes vermelhos de Hollywood, sempre com composições interessantes. A atriz, que raramente deixa os braços à mostra, é referência para as senhoras mais conservadoras, que preferem investir em modelos menos chamativos. “Adicionar uma transparência à manga ou ao decote ajuda a desconstruir a ideia de que o vestido deve ser completamente coberto, mas também é discreto o suficiente para que não fique desconfortável”, explica Marcos Sales, consultor de estilo da marca.

 Coleção_Arthur_Caliman_(1) Coleção_Arthur_Caliman_(3)

Outra dica é apostar em looks monocromáticos que, além de serem elegantes, ajudam a alongar a silhueta, dando a impressão de um corpo mais esbelto. Uma dica assertiva então, é investir em cores joviais, como os tons pastéis, ou mais sóbrias como o cinza, azul petróleo e o verde musgo para fugir do pretinho básico. Se a opção for pelo clássico, entretanto, basta combiná-lo com um cinto largo para incrementar o modelito e deixar a silhueta mais definida. Já as senhoras de quadris largos devem dispensar o cinto e optar por modelos de vestido em tons nude com bordados na vertical, que ajudam a disfarçar a região. Quanto ao decote, é possível apostar sem medo nos que possuem formato de “U”, já que são mais comportados que os em “V”. Quem quiser deixar o longo de lado, pode ir de longuete – comprimento um pouco abaixo do joelho -, para um visual mais jovem e ainda assim sofisticado, afinal, como já dizia Coco Chanel, uma mulher precisa ser duas coisas: clássica e fabulosa.

Rapha

Related Posts